Rádio Campo Maior AM
Canudos FM
SM Publicidade
Fundação Canudos
Quixeramobim
Fale Conosco
Você concorda com o aumento no número de vereadores em Quixeramobim nas eleições de 2020?




 
Segunda-feira, 29 de maio de 2017.
Clique aqui para ouvir nosso Jingle
No ar: - -
No ar: - -
 

Sérgio Machado
Radialista


Algumas observações sobre a tragédia ocorrida em Canindé
   
O acidente ocorrido em Canindé esse final de semana me chamou atenção para alguns pontos: Primeiro: A facilidade com que as pessoas guiam moto sertão afora. Compra-se e anda-se de moto como se andava de bicicleta até bem pouco tempo atrás. Segundo: Grande parte desses condutores não são habilitados. Terceiro: Mesmo entre os habilitados, é comum ver motociclistas desrespeitando as leis de trânsito e, não só estas, mas a principal regra que deveria reger um ser humano: o respeito à vida. 

Supõe-se que o terrível acidente ao qual me refiro tenha sido causado por um destes motociclistas. Por causa dele, dezoito vidas tiveram fim, órfãos, viúvos e viúvas choram hoje seus mortos. E a pergunta que fica, acompanhada da indignação é: Até quando?

Não quero com este meu desabafo generalizar e dizer que todo motociclista é irresponsável, mas, convenhamos: Há muita gente ‘brincando’ de guiar moto, com ou sem habilitação, expondo-se e expondo o próximo ao perigo que esse tipo de veículo representa. E o mais absurdo é que quando são realizadas blitz para fiscalizar e tentar evitar que pessoas sem habilitação ou veículos que não disponham de condições para circular, muitos criticam. 

Ainda serão apuradas as circunstâncias desse acidente e, espero, saberemos qual foi realmente a sua causa, mas desde já torço para que as pessoas que guiam esse ou qualquer outro tipo de veículo tenham a consciência de dirigir com responsabilidade, não apenas por si, mas pelos outros. 

Em tempo: Cinto de segurança não faz mal a ninguém. Muitas vidas teriam sido preservadas se o uso desse equipamento tivesse sido feito por parte de muitos passageiros. É sabido que TODOS devem usar o cinto, pois em um acidente mesmo quem dele faz o uso pode ser esmagado pelo arremesso do corpo de quem não o utiliza.  Vale a máxima: Com a vida não se brinca. Nem com o trânsito.

  imprimir
enviar para um amigo 
voltar

Nenhum Comentário

Deixe seu comentário



Outros Artigos:
 
 
 
 
Sistema Maior de Comunicação
Rua Monsenhor Salviano Pinto, 507 – Centro CEP 63800-000 Quixeramobim – CE
Fones: (88) 3441.0263 / 3441.1178 Fax: (88) 3441.1209 - E - mail: contatomaior@sistemamaior.com.br
Copyright © 2006-2017  - Todos os direitos reservados