Rádio Campo Maior AM
Canudos FM
SM Publicidade
Fundação Canudos
Quixeramobim
Fale Conosco
Você concorda com o aumento no número de vereadores em Quixeramobim nas eleições de 2020?




 
Segunda-feira, 25 de setembro de 2017.
Clique aqui para ouvir nosso Jingle
No ar: Canudos Bom Dia
No ar: Cristo é a Fonte
 

Sérgio Machado
Radialista


Administração pública: Relações entre os poderes e o papel destes na sociedade
   
O desenvolvimento de um município passa necessariamente por uma administração pública centrada na independência dos poderes e na ocupação de espaços estratégicos levando-se em conta a qualificação daqueles que os ocupam.

Os acordos, loteamento de cargos, dentre outras práticas seculares precisam urgentemente ser banidas da política, pelo bem da probidade administrativa e do progresso. Câmaras Municipais independentes, representando o cidadão, o qual é seu papel e não como mera abonadora das ações do Executivo, secretários e demais funcionários escolhidos mediante critérios técnicos, por serem capazes de desenvolver um trabalho importante em prol da sociedade e não para defender interesses puramente políticos, cargos destinados com vistas ao bem da coisa pública e não como pagamento de favores e apoios.

Municípios com Câmaras ativas, participativas e heterogêneas prestam um serviço muito mais relevante à população do que aqueles que tem na Casa Legislativa uma espécie de filial da Prefeitura. O diálogo entre os poderes é necessário, salutar. A subserviência, no entanto, é uma erva daninha.

Quixeramobim dá mostras de estar vivendo uma nova fase. O amadurecimento político do município se reflete na composição do legislativo, onde integra a Mesa Diretora a vereadora Liduína Leite, eleita pelo Partido Socialista Brasileiro, assim como na eleição do vereador Rômulo Filho, opositores do prefeito reeleito Edmilson Júnior. À frente da Casa, Carlos Roberto Mota Almeida, médico, administrador de experiência comprovada, hábil conciliador, que vem mostrando um trabalho sério, moralizador e atento às necessidades da população.

Aos representantes do povo, aos gestores, bastaria uma regra simples: tratar a coisa pública com zelo, como se sua fosse no que tange a responsabilidade, a torná-la útil, eficiente, e não em termos de posse, de benefício próprio. A confiança da população nos poderes constituídos precisa ser reconquistada, para isso ações concretas são indispensáveis. O gestor não é um imperador, mas um servo do povo, ao qual deve respeito e prestar contas de seus atos, ao qual deve se dirigir não apenas para discursar, mas, sobretudo para ouvir, discutir.

O perfil do homem público, assim como a sociedade passa por mudanças. Já não convencem as falácias, os longos discursos, mas a capacidade de atender às demandas da população sem fisiologismo e demagogia, arregaçando as mangas e trabalhando para alcançar objetivos claros, tendo metas definidas de como tornar a administração pública mais transparente e eficiente.

  imprimir
enviar para um amigo 
voltar

Nenhum Comentário

Deixe seu comentário



Outros Artigos:
 
 
 
 
Sistema Maior de Comunicação
Rua Monsenhor Salviano Pinto, 507 – Centro CEP 63800-000 Quixeramobim – CE
Fones: (88) 3441.0263 / 3441.1178 Fax: (88) 3441.1209 - E - mail: contatomaior@sistemamaior.com.br
Copyright © 2006-2017  - Todos os direitos reservados