Rádio Campo Maior AM
Canudos FM
SM Publicidade
Fundação Canudos
Quixeramobim
Fale Conosco
Você concorda com o aumento no número de vereadores em Quixeramobim nas eleições de 2020?




 
Segunda-feira, 25 de setembro de 2017.
Clique aqui para ouvir nosso Jingle
No ar: Canudos Bom Dia
No ar: Cristo é a Fonte
 

Sérgio Machado
Radialista


Ser radialista em tempos modernos, em tempos ásperos
   
Nos tempos atuais onde a um simples toque no teclado um universo de informações se desnuda diante de nós mais do que nunca precisamos nos reinventar a cada dia. Isso deve acontecer com todos os profissionais, num mercado cada vez mais competitivo e com tantos desafios postos.

Na radiodifusão não é diferente. O rádio ganhou um alcance maior, a abrangência antes regional agora é mundial. Ao contrário do que muitos pensam, o rádio, se visto sob a ótica das oportunidades tecnológicas, pode se fortalecer nesse mundo sem fronteiras que se apresenta.

E é ai que entra a figura do radialista, ao qual foi dedicado o último dia vinte e cinco de setembro. Profissional tradicional da nossa comunicação, o radialista é aquele sujeito que antes da circulação do jornal impresso, da edição televisiva e antes até mesmo das matérias postadas na Internet, esteve onde aconteceu o fato e jogou no ar a notícia. Profissional que por não estar por trás do glamour das câmeras às vezes não tem seu trabalho verdadeiramente reconhecido. O radialista de verdade não é um showman, não se limita apresentação de programas enlatados, pré-produzidos, mas uma testemunha do dia a dia da nossa sociedade e das transformações que nela ocorrem.

É o radialista um dos agentes da comunicação que mais serviços prestam a sociedade, é este profissional para quem devemos olhar com respeito, acima de tudo. E engrandecer, em tempos ásperos que se apresentam com o surgimento de grandes conglomerados de comunicação, onde impérios da mídia se firmaram, onde as faculdades de comunicação se multiplicam, formando muitos, mas deixando faltar ainda os verdadeiros profissionais que dedicam a vida ao trabalho, que colocam a ética acima dos interesses que rondam os bastidores da notícia, que sentem a audiência nas ruas, no corpo a corpo com o ouvinte e não apenas nos indicadores dos institutos de pesquisa.

É desse profissional que o rádio precisa para superar os desafios do século vinte e um e adentrar os próximos. Um profissional independente, norteado por princípios éticos, pelo compromisso com a verdade, com o engrandecimento do seu ofício.

Alguns já vêem hoje o rádio com saudosismo. Eu, no entanto, enxergo as novas possibilidades que se descortinam diante de nós, vejo nos desafios a oportunidade de se fazer diferente, de inovar e de fazer nascer -ou renascer- o radialista comprometido com a sociedade, agente das transformações sociais almejadas por todos nós, sujeito da história e não apenas mero ventríloco.

  imprimir
enviar para um amigo 
voltar

Nenhum Comentário

Deixe seu comentário



Outros Artigos:
 
 
 
 
Sistema Maior de Comunicação
Rua Monsenhor Salviano Pinto, 507 – Centro CEP 63800-000 Quixeramobim – CE
Fones: (88) 3441.0263 / 3441.1178 Fax: (88) 3441.1209 - E - mail: contatomaior@sistemamaior.com.br
Copyright © 2006-2017  - Todos os direitos reservados