Rádio Campo Maior AM
Canudos FM
SM Publicidade
Fundação Canudos
Quixeramobim
Fale Conosco
Você concorda com o aumento no número de vereadores em Quixeramobim nas eleições de 2020?




 
Quarta-feira, 20 de setembro de 2017.
Clique aqui para ouvir nosso Jingle
No ar: - -
No ar: - -
 

Sérgio Machado
Radialista


Em que direção voam os tucanos?
   

Enquanto o PSDB em âmbito estadual continua sem rumo certo para as eleições que se aproximam, com a eterna indefinição de um nome para postular o Governo do Estado, percebemos o esforço do senador Tasso Jereissati em tentar aglutinar seus correligionários em torno de um nome que possa encarar os Ferreira Gomes, seus até bem pouco tempo aliados, tendo aí poucas opções viáveis, dentre elas o secretário de Justiça de Cid, Marcos Cals, que desponta por ter feito um expressivo trabalho à frente do Legislativo estadual e na própria secretaria, além de Luís Pontes, homem de confiança do senador e, do ex-prefeito de Quixeramobim, Cirilo Pimenta, apontado por alguns como um possível postulante ao cobiçado cargo de governador do Estado.

Fato é que os tucanos enfrentam dificuldades internas não só na cúpula estadual, mas nos próprios ninhos regionais, como podemos observar a partir de movimentos internos que demonstram claramente esse momento e que até ajudam a explicar o porquê disso estar acontecendo.

Tasso, mesmo sendo o preferido dos cearenses para uma vaga no Senado tem o desafio de construir um palanque para Serra no estado. E não será fácil. Não podendo mais contar com Cid e sua turma que a cada dia se aproximam mais do PT ou, pelo menos, se distanciam, o cacique tucano poderá tentar uma dobradinha para o Senado recorrendo a um antigo aliado, o ex governador Lúcio Alcântara, cujo insucesso nas últimas eleições é por muitos atribuído ao próprio Tasso, dada a sua proximidade à época com Cid, adversário de Lúcio. Quem te viu, quem te vê!

Como vemos, a política é dinâmica e os tucanos, pássaros astutos que são, vão tentando sobreviver a tempos árduos. Exemplo disso foi um encontro realizado na última sexta, dia cinco, em Quixadá, que reuniu em torno de Osmar Baquit dois importantes nomes da sigla no âmbito do município de Quixeramobim: Everardo Júnior e Neto Nogueira, atual secretário municipal de saúde, além do peemedebista José Helan, correligionário do prefeito Edmilson Júnior, aliado histórico de Cirilo. Partindo do pressuposto de que até então, Cirilo postulará novamente uma vaga na Assembléia, assim como Baquit, o que fariam os três rapazes de Quixeramobim? Ensaiariam ali os primeiros passos de um possível apoio ao deputado quixadaense?

Alguma coisa no mínimo não está bem clara no ninho tucano. É do conhecimento de muita gente que Neto Nogueira não vem se sentindo muito prestigiado ultimamente. Circulam boatos na terra de Antonio Conselheiro que a criação da Secretaria de Gestão Hospitalar que tem como titular a esposa de François Saldanha, que tem visitado juntamente com Cirilo os domínios eleitorais de Neto, lá para as bandas da Nenelândia só veio engrossar o caldo. O ninho já não parece tão seguro e aconchegante.

O desgaste na sigla é evidente. Começa a faltar espaço para acomodar a todos, as disputas são recorrentes e à medida que vão ocorrendo os tucanos vão perdendo a unidade e o foco, como se tem observado nos diversos encontros do partido, onde muito se discute e não se chega a um consenso, o que pode ser fatal para o alcance dos seus objetivos políticos, principalmente num ano em que a coisa já começou a ferver. A sensação que se tem é que o jogo já começou, o adversário já entrou em campo, mas o time tucano ainda não está sequer escalado. E olha que o tempo está correndo...


  imprimir
enviar para um amigo 
voltar

Nenhum Comentário

Deixe seu comentário



Outros Artigos:
 
 
 
 
Sistema Maior de Comunicação
Rua Monsenhor Salviano Pinto, 507 – Centro CEP 63800-000 Quixeramobim – CE
Fones: (88) 3441.0263 / 3441.1178 Fax: (88) 3441.1209 - E - mail: contatomaior@sistemamaior.com.br
Copyright © 2006-2017  - Todos os direitos reservados