Rádio Campo Maior AM
Canudos FM
SM Publicidade
Fundação Canudos
Quixeramobim
Fale Conosco
Você concorda com o aumento no número de vereadores em Quixeramobim nas eleições de 2020?




 
Segunda-feira, 24 de julho de 2017.
Clique aqui para ouvir nosso Jingle
No ar: Conexão 106
No ar: Show Popular
 

Sérgio Machado
Radialista


Pode entrar, Francisco. A casa é sua
   
Ao pisar em solo brasileiro, o Papa, carregando sua própria bagagem, nos dá mais uma vez seu testemunho de humildade, reiterado a cada gesto desde a escolha de seu nome: Francisco, aquele que preferiu os pobres. Assim é Jorge, o menino argentino de classe média que escolheu trilhar o caminho da santidade buscando as coisas do alto.

Com uma sensibilidade tão humana que se enche de santidade, Jorge Mario Bergoglio - hoje Francisco- encontrou na sua terra madre as sementes de sua formação humana e, como não poderia deixar de ser, política. Como arcebispo, não se limitou às ações sacerdotais em si, fez questão de transcender os muros da igreja e adentrar a realidade social de sua gente, vivenciando suas angústias e semeando a fé e da compaixão ao longo do seu caminho.

A Igreja vem, ao longo dos últimos papados, revelando sua face humana ao mundo com suas virtudes e falhas. Expondo suas fraquezas, fortalecendo-se na fé, a Igreja, que teve João Paulo II com sua resignação cumprindo seu pontificado até o último dia de vida e Bento XVI surpreendendo o mundo com sua honestidade em reconhecer suas limitações e coragem em renunciar, agora tem um líder que, para nós da América Latina, especialmente, mais do que nunca nos acolhe e inspira.

Francisco não precisa de discursos elaborados para nos tocar. Como bem disse na chegada ao Brasil, para ter acesso ao nosso povo é preciso entrar pela porta de seu imenso coração. E, com sua face plácida, seu sorriso afável, Francisco não precisou sequer bater à porta, já estava dentro e nos fazia sentir alegria assim, sem motivo, com sua chegada.

Contemplar o olhar  cheio de verdade de Francisco nos transmite paz em meio a um cenário áspero, num momento em que acordamos e temos sede de paz e justiça social. O povo brasileiro que saiu e continua saindo às ruas está cansado de ser oprimido, cansado de desigualdade, tem consciência de seu valor e exige mudança.

Francisco sabe disso e, com sua sensibilidade, se aproxima dos jovens, que trazem em si toda a energia e a vontade de mudança porque sabe que “Cristo ‘bota fé’ nos jovens e confia-lhes o futuro de sua própria causa”. Atento a isso o Pontífice sabe que a Igreja precisa dialogar com os jovens, assim como o país, através de seus poderes, precisa dialogar com as massas. É daí que surgem as soluções, é daí que surge a mudança.

A Igreja pode sim ser mais humana sem abrir mão de seus valores. Nós somos a Igreja. Fomos feitos à imagem e semelhança de Deus, Seu próprio fôlego foi conosco compartilhado. Logo, somos criaturas divinas e, juntos, formamos o que chamamos Igreja, em comunhão com Ele.  

É sim, um novo tempo para a igreja. Um tempo de esperança, tolerância, acolhimento. É também um novo tempo para o País. Tempo de despertar, de crescer e de assumir o desafio de ser uma nação mais justa e solidária para todos os brasileiros. Como disse Francisco, “Desde a Amazônia até os pampas, dos sertões até o Pantanal, dos vilarejos até as metrópoles, ninguém se sinta excluído do afeto do Papa”. E ninguém se sinta excluído de seu País. Ninguém se sinta menor por não ter acesso a saúde, educação e moradia, dentre outras necessidades básicas. 

O papa é pop, sim. E é também político, porque tem o dom da sensibilidade, de sentir o outro, de dialogar com as religiões, por entender que as mesmas não devem nos separar uns dos outros, mas aproximar a todos de Deus na compaixão, na tolerância e na prática do bem. 

Deixemos a mensagem de Francisco adentrar o nosso coração e nos guiar em nossa jornada diária. Recebamos o Cristo que Francisco nos traz, esse presente que vale muito mais do que ouro e prata, e sejamos, como na oração de São Francisco, “instrumento da vossa paz”.

  imprimir
enviar para um amigo 
voltar

Nenhum Comentário

Deixe seu comentário



Outros Artigos:
 
 
 
 
Sistema Maior de Comunicação
Rua Monsenhor Salviano Pinto, 507 – Centro CEP 63800-000 Quixeramobim – CE
Fones: (88) 3441.0263 / 3441.1178 Fax: (88) 3441.1209 - E - mail: contatomaior@sistemamaior.com.br
Copyright © 2006-2017  - Todos os direitos reservados