Rádio Campo Maior AM
Canudos FM
SM Publicidade
Fundação Canudos
Quixeramobim
Fale Conosco
Você concorda com o aumento no número de vereadores em Quixeramobim nas eleições de 2020?




 
Sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017.
Clique aqui para ouvir nosso Jingle
No ar: Forrozão da Canudos
No ar: Saudades do Meu Sertão
 
 
 

Elistênio Alves
Graduando em Letras/Espanhol pela Universidade Federal do Ceará. Membro da Academia Quixeramobinense de Letras, Ciências e Artes (AQUILetras)


 

Pra que serve um boato?
   
É muita falta do que fazer. Sim meus amigos, essa é a primeira frase que vem à cabeça de qualquer pessoa após saber de mais um boato. Já parou para pensar que Quixeramobim tornou-se uma cidade ‘mestre’ nessa arte de boataria? É incrível como tem gente que não tem nada para fazer, a não ser mentir. 

Então, porque mentimos? Muitos se perguntam, e ainda autoridades, cientistas e pesquisadores se debruçaram sobre o tema. O pesquisador Paulo Sérgio Camargo, especialista em linguagem não verbal, escreveu em seu site um artigo muito interessante sobre isso. Ele descreve porque mentimos em nove possíveis sintomas: 1 - Medo de punição, 2 - Ganhar prestígio, 3 - Medo do castigo físico, 4 - Evitar certos tipos de constrangimentos, 5 - Ganhos materiais e pessoais, 6 - Preservar a privacidade, 7 - Manipular informações, 8 - Apoiar ou beneficiar outra pessoa e 9 - Prazer.

Qual dessas opções serve para a boataria de Quixeramobim?  O mais recente caso de boato na cidade foi a morte do Dr. Antonio Machado. Pobre do homem, nunca esteve tão bem. Eu, pessoalmente, falei com sua esposa e ela, incrédula, lamentava a índole de quem por ventura iniciou essa história mentirosa e absurda. Dona Aldenora falou-me ainda que pessoas ligadas a Antonio Machado ligavam chorando, lamentando a morte do médico que, como no dito popular, continua ‘vivinho da Silva’. 

Então, qual o prazer de uma mentira? Juro que esse tipo de comportamento é para pessoas desequilibradas que não tem a mínima noção da realidade e respeito pelo próximo. Outro dia o mesmo Quixeramobim acordou sem a Fábrica de Calçados. Outro dia o mesmo Quixeramobim foi dormir com um ônibus da empresa Guanabara dentro da Barragem. Tudo mentira! E os envolvidos nessas situações tendo que ir a público esclarecer as coisas para fins de acalmar as pessoas. 

Agora, tente responder a pergunta do título deste artigo: Pra que serve um boato? Eu acho que “para simplesmente, nada”. Mentir é feio, e mentir pela internet, no Facebook, é mais ridículo ainda. Vamos crescer! Vamos ter, no mínimo, respeito pelas pessoas. A mãe de vocês nunca disse que mentir faz crescer o nariz? Ora!

  imprimir
enviar para um amigo 
voltar
Outros Artigos:
 
 
 
 
Sistema Maior de Comunicação
Rua Monsenhor Salviano Pinto, 507 – Centro CEP 63800-000 Quixeramobim – CE
Fones: (88) 3441.0263 / 3441.1178 Fax: (88) 3441.1209 - E - mail: contatomaior@sistemamaior.com.br
Copyright © 2006-2017  - Todos os direitos reservados