Rádio Campo Maior AM
Canudos FM
SM Publicidade
Fundação Canudos
Quixeramobim
Fale Conosco
Você concorda com o aumento no número de vereadores em Quixeramobim nas eleições de 2020?




 
Domingo, 23 de abril de 2017.
Clique aqui para ouvir nosso Jingle
No ar: Domingão da Canudos
No ar: Brega Maior
 
 
 

Adísia Sá
Jornalista e Professora


 

As lideranças envelhecem
   
Em entrevista ao jornalista Eliomar de Lima (O POVO, 26/9/13), Tasso Jereissati prova que avança na idade com bom senso, equilíbrio, sabedoria. Nada dos arroubos de outrora, quando considerava sua palavra como a última (algumas vezes isso foi verdade). Agora a palavra não impõe – analisa, “filosofa” – diria. Considera que o momento é de renovação das lideranças políticas que envelheceram. Quem se der à análise dos quadros políticos cearenses, a grosso modo, continuam inalteráveis: são os mesmos.

Eu pergunto: isso acontece por que os “velhos” não dão espaço aos mais jovens ou não aparecem “os mais jovens” com vocação política? E o que pensam esses “mais jovens” sobre política? E o que pensam não será também “herança”, cópia dos existentes? Quais as lideranças novas no cenário político cearense, da Capital ao Interior? Será que a sucessão, nesse campo, é lenta, quase invisível, ao ponto de ser propalado que tudo permanece o mesmo, no mesmo?

As atuais lideranças não correspondem aos anseios dos “novos” tempos? Tasso Jereissati, pressionado por Eliomar de Lima, mesmo se enquadrando no rol das velhas lideranças, não descarta a possibilidade de concorrer ao Senado. Ou seja: as velhas lideranças – nele simbolizadas – ainda têm muito o que dar ao Ceará e ao País e que suas vozes pesam nas análises e decisões políticas brasileiras.

Ao responder ao repórter sobre o cenário político do Ceará, o ex-governador foi enfático: “Estou só observando. O quadro está muito confuso…” Prudência, comedimento, não mais a “última palavra” de outrora, nada de a “verdade como patrimônio seu”. E mais: “É hora de renovação”.

Nesse ponto o repórter parou e muito teria, ainda, a perguntar: “Como renovação, se todos continuam nos seus lugares, ninguém abre mão de seu status?” Tendo um só lugar e ocupado, como alguém chegaria lá?

Tasso Jereissati é uma fonte inesgotável de reflexão, de informação, de segredos, de artimanhas políticas e está aguardando novos entrevistadores, diria, não convencionais – sem muito apego às regras, às técnicas: pressionar, nesse caso, é um santo remédio para se extrair algo além do esperado. Tasso, ao fim da entrevista, foi surpreendente: “É hora de renovação…” Mas “o senhor descartaria o Senado?”, pressionou Eliomar.

“Aprendi a dizer ‘nunca desta não água beberei’”. Tasso é Tasso…

  imprimir
enviar para um amigo 
voltar
Outros Artigos:
 
 
 
 
Sistema Maior de Comunicação
Rua Monsenhor Salviano Pinto, 507 – Centro CEP 63800-000 Quixeramobim – CE
Fones: (88) 3441.0263 / 3441.1178 Fax: (88) 3441.1209 - E - mail: contatomaior@sistemamaior.com.br
Copyright © 2006-2017  - Todos os direitos reservados