Rádio Campo Maior AM
Canudos FM
SM Publicidade
Fundação Canudos
Quixeramobim
Fale Conosco
Você concorda com o aumento no número de vereadores em Quixeramobim nas eleições de 2020?




 
Sexta-feira, 24 de março de 2017.
Clique aqui para ouvir nosso Jingle
No ar: Manhã 106
No ar: Cidade em Campo
 
 
 

Ricardo Alcântara
Publicitário, Comunicador, Poeta e Ficcionista


 

“Um voto de esperança”
   
Tão logo anunciado Camilo Santana como candidato, publiquei artigo, e o Blog do Eliomar repercutiu em 30 de Julho, onde dizia ter Cid Gomes colocado à apreciação dos cearenses o que ele tinha de melhor. Veio a campanha e não mudei de opinião.

Quem acompanha Pauta Livre sabe que sou um crítico do ‘governismo’ vocacional dos Ferreira Gomes, bem como do modo familiar como tomam decisões políticas, sintomas de atraso, como tenho procurado demonstrar das mais diversas formas.

Fui eleitor distante, apesar dos muitos amigos comuns, porque fomos adversários na disputa presidencial – eles, de uma dureza desnecessária com a candidata Marina Silva, da organização a que me filio, a Rede Sustentabilidade. Venceram.

Não votei em Camilo por decisão pragmática (‘para evitar o pior’, o que é fato) ou por ser ele ‘o menos ruim’ (ruim não é, embora o outro sim). Votei porque estive convencido de que ele está em boas condições de dar um passo à frente. Só isso.

A decisão do voto se apoiou na percepção de que se tratava de pessoa que prima pelo respeito. Onde alguns o percebiam frágil pelo temperamento retraído, eu via uma índole serena. Bom sinal, pois o Ceará anda muito necessitado de diálogo.

Ele é filiado ao PT, uma referência ética que se desmorona e compromete com isso a própria vitalidade da Democracia, pois onde o ‘avanço’ atrasa, eis uma crise: um partido de compromissos sociais rendido aos maus costumes. Não pode dar certo.

Mas votei supondo que sua juventude atue com potencial restaurador. Talvez por confiar demais no bom senso das pessoas, acredito que ele queira aproveitar a oportunidade que o destino lhe ofereceu, afirmando qualidades de boa liderança.

Agora, veremos. A realidade nos dirá se fizemos o melhor colocando-o lá. Torço para que se una aos bons para que seja um deles. Objetivamente: faça escolhas com base não somente em lealdade, mas também em competência e compromisso.

Que convoque às tarefas de Estado pessoas até melhores do que ele. Bons gestores não temem a sombra da inteligência. Bons gestores se sentem seguros somente quando se cercam dos que fazem as perguntas certas (eles têm a melhor resposta).

Torço ainda para que saiba evitar quem só dirá o que ele gostaria de ouvir – o pior de todos os contágios que o exercício do poder atrai e, mal maior, o mais frequente e traiçoeiro. E que, por fim, tenha a virtude maior dos estadistas: paciência!

Uma nota de caráter específico: como escritor, não pude ficar indiferente ao seu compromisso de triplicar a verba governamental destinada à Cultura e arte. Finalmente, um governante decide compreender cultura como investimento!

Votei nele com esperança moderada, pois não ignoro as dificuldades objetivas do exercício público em nosso país. Por suas distorções e vícios, há poucas coisas tão difíceis na vida quanto governar bem um pedaço do Brasil. Espero que ele consiga.

  imprimir
enviar para um amigo 
voltar
Outros Artigos:
 
 
 
 
Sistema Maior de Comunicação
Rua Monsenhor Salviano Pinto, 507 – Centro CEP 63800-000 Quixeramobim – CE
Fones: (88) 3441.0263 / 3441.1178 Fax: (88) 3441.1209 - E - mail: contatomaior@sistemamaior.com.br
Copyright © 2006-2017  - Todos os direitos reservados