Rádio Campo Maior AM
Canudos FM
SM Publicidade
Fundação Canudos
Quixeramobim
Fale Conosco
Você concorda com o aumento no número de vereadores em Quixeramobim nas eleições de 2020?




 
Segunda-feira, 26 de junho de 2017.
Clique aqui para ouvir nosso Jingle
No ar: Experiência de Deus
No ar: Cidade em Campo
 
 
29/04/2009
Chuvas em Quixeramobim

Até nos momentos de dor tem político aproveitador. É uma das observações de Neto Camorim diante dos acontecimentos após as fortes chuvas caídas no município. Ele chama atenção para uma reflexão mais ampla sobre a estrutura urbana e os problemas decorrentes da falta de planejamento. Confira o texto e outras informações da coluna.

Devido às fortes chuvas ocorridas de 22 para 23 de abril de 2009, Quixeramobim teve algumas ruas alagadas, onde lamentavelmente várias famílias tiveram suas casas inundadas obrigando-as a se alojarem nas escolas e creches de nossa cidade.  Graças à solidariedade de nosso povo e algumas iniciativas do poder público, que não está fazendo mais do que sua obrigação, o sofrimento dessas famílias está sendo amenizado, enquanto as autoridades responsáveis adotam providências para resolver o problema. Ou, como às vezes acontece, adotar alguma medida paliativa, para quando vierem outras chuvas de maior intensidade, como a que aconteceu, a situação se repetir lamentavelmente.

Nossa cidade tem crescido muito nos últimos 10 anos, mas sem nenhum planejamento urbano definido e organizado.  Foram criadas ruas, bairros construídos, mas as condições de saneamento continuam precárias. O sistema de drenagem é muito ruim, os calçamentos são mal feitos, como vemos em algumas ruas, que têm as pedras soltas com a passagem de caminhões pesados. A fiscalização do poder público municipal, através da secretaria de infra-estrutura, é muito precária ou não existe, pois caso fosse feita corretamente não teríamos tanta construção irregular, principalmente nessas áreas de risco. Isso tudo acaba causando transtornos aos moradores e transeuntes diversos, interferindo do direito de ir e vir do cidadão.

Há mais de 10 anos foi elaborado o plano diretor do município, hoje defasado, precisando a cidade de um novo, adequado às novas regras exigidas pelo Estatuto das Cidades.

Nós do IPHANAQ, já estamos faz algum tempo chamando a atenção da sociedade para provocar o poder público e participar diretamente das discussões do novo plano diretor, para que todas as irregularidades existentes no espaço urbano como poluição visual, sonora, construções irregulares, preservação do patrimônio histórico, saneamento básico e drenagem - em toda a cidade e sede dos distritos. Um novo Plano Diretor para evitar transtornos e desalojamento da população em períodos de maiores chuvas, como as que estão agora acontecendo.

O mais triste em tudo isso é que alguns políticos que visitam os locais alagados utilizam-se de demagogia diante do sofrimento das famílias atingidas, sem, no entanto discutir as questões que citei anteriormente. É justamente a falta de medidas preventivas que proporciona esses problemas que estamos enfrentando agora. É mais fácil jogar para platéia e tirar uma casquinha de vantagem política, mesmo nessas situações, do que discutir seriamente o verdadeiro e real motivo dessa situação.

Claro, que eles não irão levantar essas questões em suas visitas às áreas atingidas. Como se diz no popular, seria dar um tiro no pé. Foram justamente esses, que administraram e administram o município nos últimos 13 anos, portanto, com responsabilidade sobre essa situação. Fizeram obras de qualidade duvidosa e vejam aí o resultado. Muitas vezes pensando na quantidade para conquistar o voto do eleitor, esqueceram o mais importante, aplicar corretamente o dinheiro público em obras bem feitas e duradouras.

Causa-me um misto de tristeza e indignação o quanto a população é ludibriada com esse jogo de cena realizado pelos políticos profissionais, que são como urubus, aproveitando-se da desgraça alheia para tirar vantagens pessoais. 

CINECLUBE IPHANAQ PELO SERTÃO

Desde fevereiro de 2009, o IPHANAQ, através do projeto Cineclube pelo sertão, vem oferecendo nas sedes dos distritos a oportunidade das pessoas da zona rural assistirem filmes, como direito cultural para todos os cidadão.

Durante o ano de 2009, é nosso objetivo visitar todos os distritos, onde estaremos exibindo filmes nas seguintes datas:

07/03- Vila de Algodões

28/03- Passagem

02/05- Belém

30/05- Paus Brancos

20/06- Berilândia

25/07- Encantado

22/08- Lacerda

19/09- Nenelândia

03/10- Manituba

24/10- Uruquê

21/11- São Miguel

12/12- Bairro na sede a definir.

Temos parceria com o SESC- Ler de Quixeramobim e contamos com o apoio da Secretaria de Cultura e Turismo e do Sistema Maior de Comunicação.

SELEÇÃO PARA AS OFICINAS DO PONTO DE CULTURA “PATRIMÔNIO VIVO”

Nós do IPHANAQ (Instituto do Patrimônio Histórico, Cultural e Natural de Quixeramobim) fomos selecionados no Edital da SECULT 2009 com um ponto de cultura.  Em virtude disso, estamos selecionando, no período de 20 de abril a 06 de maio de 2009, pessoas interessadas em participar de oficinas e curso de formação em gestão cultural, na área de patrimônio material e imaterial, que serão realizados na sede do município. Serão oferecidas 30(trinta) vagas. Desse total serão destinadas 11(onze) para os distritos. Uma vaga pra cada.

Os cursos e oficinas serão de: gestão cultural, educação patrimonial, fotografia, vídeos, produção de site livre, cultura e tecnologia, arquivo público, inclusão digital, além de palestras e seminários. A programação acontece durante alguns fins de semana no período de um ano. Sempre aos sábados, manhã e tarde, e nas manhãs de domingos. O principal componente é o envolvimento e compromisso com o projeto.

Poderão participar jovens, adultos e idosos, desde que tenham o ensino fundamental completo, disponibilidade aos finais de semana, e se identifiquem com os temas acima citados, atuando como multiplicadores nas comunidades ao final do projeto.

Contamos com o apoio das escolas e de todas as comunidades da zona rural e urbana na divulgação desse importante projeto cultural e patrimonial para o nosso município.

Para mais informações, os interessados deverão entrar em contato com o IPHANAQ: Neto Camorim Tel. 3441-3002/ 9926-1048; Ailton Brasil Tel. 9606-6539/ 9236-3411 ou pelo e-mail:iphanaq@grupos.com.br
Postado por: Neto Camorim- Historiador e presidente do IPHANAQ.

  imprimir
enviar para um amigo 
voltar
 

2 Comentários

por Romario Nunes, em 04 de Maio de 2009 as 20:03
Apoio esta mensagem, na qual informa a real situação em que se encontra o município. Quixeramobim, cidade importante do centro do estado, infelizmente não foi beneficiada até o momento por políticas públicas que favoreçam a população mais carente. O município não tem tratamento de esgoto, além disso a falta de fiscalização nas construções de casas é falho. Assim, na época das chuvas, há transtornos como o que ocorreu. Assim, en vez de resolver o problema, alguns gestores apenas ficam observando o que aconteceu!!!Isto não vai resolver esta situação!!! Neto foi bastante sincero e coerente ao informar a população de Quixeramobim este ponto, em uma emissora de rádio bastante conceituada no município.
por Danilo, em 04 de Maio de 2009 as 11:49
Não culpemos a chuva. Nem Deus. Lembre-se o pároco Sérgio, comentando os desdobramentos na Voz da Paróquia: "A chuva só entra onde é convidada. Temos sim é que nos preocupar", disse em trecho do comentário no último programa, ressaltando que, se compararmos o ano todo, temos dois meses de inverno diante de 10 sem chuva. Vale mesmo é pensar bem, para quem e como estamos crescendo. Pra onde vai o progresso nosso? Danilo Patrício.

Deixe seu comentário



Outros:
 
 
 
 
Sistema Maior de Comunicação
Rua Monsenhor Salviano Pinto, 507 – Centro CEP 63800-000 Quixeramobim – CE
Fones: (88) 3441.0263 / 3441.1178 Fax: (88) 3441.1209 - E - mail: contatomaior@sistemamaior.com.br
Copyright © 2006-2017  - Todos os direitos reservados