Rádio Campo Maior AM
Canudos FM
SM Publicidade
Fundação Canudos
Quixeramobim
Fale Conosco
Você concorda com o aumento no número de vereadores em Quixeramobim nas eleições de 2020?




 
Sexta-feira, 28 de julho de 2017.
Clique aqui para ouvir nosso Jingle
No ar: Canudos Bom Dia
No ar: Canta Brasil
 
 
12/06/2009
O Reimoso da vida

Manga com leite, curimatã cozida, carne de porco... São alguns sabores tidos como perigosos associando cuidados com alimentação a uma saúde sem danos, ideal em seu sossego. Quem não ouviu a não recomendação desses e de outros sabores, principalmente ao portar alguma enfermidade como dor dente, íngua, inpinge ou qualquer inflamação? A partir de indicações clínicas um tanto abstratas ouvimos tais recomendações já na infância. E continuamos a ouvi-las como proibições relacionadas a prazeres outros, no que nos amputam como forma correta de agir, a partir de certos padrões. No entanto, o que pode ser reimoso pra uns não necessariamente será para outros. A boa reima tem sempre seu sabor. E cada um escolhe seu perigo, dependendo do lugar onde se posiciona no mundo.  

A Noite Reimosa, além do ajuntamento de antigos e novos amigos, é inspirada na vida de pessoas como o rabequeiro Luiz Pereira, o pandeirista Pirulito, Bobôra, Badu, dentre outros personagens com a reima nem sempre digerida pela cidade oficial. Não são propriamente modelos para símbolos e ícones de Quixeramobim. As obras por eles produzidas e o mundo social em que vivem dificilmente são enquadrados pelos poderes institucionais na cidade.  São reimosos a uma parada imagem de Quixeramobim. As atitudes não se encaixam muito bem, incomodam o servilismo da propaganda da cultura.
 

Seja pelo som, pela imagem iluminada ou em carne reimosa, estarão presentes à noite que se sucede à procissão da festa maior da cidade, a qual interferirmos deglutindo perigos e degustando novos sabores.
 

Quem precisa mesmo de um símbolo? Na noite reimosa de cada dia Quixeramobim não está parado em um lugar, mesmo com as tentativas de demarcações. Lembrando Carlos Drummond de Andrade, o nome Quixeramobim é só um retrato na parede. É certo que ele serve por vezes para nos reunir. Também para nos diferenciar. As indigestões e os sabores não estão presas em um território. Valem mais as nossas movimentações em torno do nome. O retrato estará desbotado se estivermos sempre com dor de dente. Mas pode ser saudável.
 
Recentemente nosso querido bacurim, fuçador com a carne mais saborosa, passou a ser símbolo da gripe dos negócios, do lucro globalizado, externada principalmente nos aeroportos pela ação do vírus mutante. 
 

Nos paladares do sertão-do-meio, nas esferas da cultura e dos poderes, uns têm se organizado e proposto ante as ações como descaso e ingerência sobre o lugar público e o favorecimento pessoal tão próprio nesse universo.
 

Confrontando tais reimas indesejáveis e negando valores sociais da cultura, apontadas historicamente por vezes como reimosas, parte-se para encontrar e celebrar reima da alegria. Nesse lugar de encontro são saudáveis nossos sabores, para além da carne de porco, incluindo o humor.
 

O próprio nome ressoa estranho, estrondoso. Incômodo em primeira hora, no provocar pensamento, sem o saber da ação. Cheio, mesmo gostoso de dizer Reimoso é um adjetivo mutante, com significado válido somente quando empregado à vida. Que ela não se apequene mesquinha, e seja celebrada, alegremente reimosa.  
 

A Noite Reimosa começa às 21h, após a procissão. A seleção musical será de Artur Costa e da Djidinha Luciene. Além de artistas locais, outras atrações como a do brilhante Alan Morais, meu amigo e parceiro, um dos compositores do Bloco carnavesco Sanatório Geral, de Fortaleza. A contribuição é livre, com renda revertida para a organização da Noite e, se sobrar, para ações do Iphanaq.


Os participantes do Acontecimento podem concorrer a uma cópia de “Amor Natural”, uma obra Reimosa de Carlos Drummond de Andrade.
 
O BNB Clube foi gentilmente cedido pela administração.
A Noite Reimosa acontece também com o apoio de Central Cópias e Sistema Maior de Comunicação
Postado por:

  imprimir
enviar para um amigo 
voltar
 

2 Comentários

por regis da cruz paulino lemos domingos frauzino, em 24 de Junho de 2009 as 12:55
pena q não estava aqui em quixeras...... so soube da reima na semana seguinte. Mas, parabens aos organizadores especialmente meu tio Antonio Carlos ( quer dizer, um beijo especial p xuxa). Valeu ai, ouvi falar muito bem do evento, e espero q com essas iniciativas, as pessoas comecem a acordar p a vida e deixar agente se "envenenar" da melhor maneira possivel. abraços
por Osvaldo, em 12 de Junho de 2009 as 12:02
camarada (s), não estarei fisicamente aí porque, dentre outros motivos, estou cuidando das minhas reimas. mas volto em breve.

Deixe seu comentário



Outros:
 
 
 
 
Sistema Maior de Comunicação
Rua Monsenhor Salviano Pinto, 507 – Centro CEP 63800-000 Quixeramobim – CE
Fones: (88) 3441.0263 / 3441.1178 Fax: (88) 3441.1209 - E - mail: contatomaior@sistemamaior.com.br
Copyright © 2006-2017  - Todos os direitos reservados