Rádio Campo Maior AM
Canudos FM
SM Publicidade
Fundação Canudos
Quixeramobim
Fale Conosco
Você concorda com o aumento no número de vereadores em Quixeramobim nas eleições de 2020?




 
Domingo, 23 de julho de 2017.
Clique aqui para ouvir nosso Jingle
No ar: Seleção Brasileira
No ar: Domingo Maior
 
 
25/11/2009
Ponto de cultura Patrimônio Vivo encerra oficinas de gestão cultural

O Ponto de cultura Patrimônio Vivo, dando seqüência ao trabalho de formação cultural que vem desenvolvendo em Quixeramobim, encerrou no último dia 22 de novembro as oficinas de gestão cultural.

Buscando um melhor aproveitamento, as oficinas foram divididas em quatro módulos. O primeiro, realizado nos dias 17 e 18 de outubro, teve como oficineiro o ambientalista Josael Lima, integrante do FERU-CE (Fórum Estadual de Reforma Urbana). Foi discutida a importância do pensar a gestão cultural a partir da cidade enquanto espaço de patrimônio histórico, como também de conflitos e interesses diversos. Daí a necessidade de compreender o espaço urbano e suas alterações, bem como as legislações vigentes, tendo como enfoque o Estatuto das Cidades.

O segundo módulo foi realizado nos dias 24 e 25 de outubro e foi ministrado pela oficineira e jornalista Katharinne Magalhães da FM Universitária de Fortaleza. Na oportunidade os alunos puderam estudar a gestão cultural em rádio e em outras mídias, buscando construir uma melhor comunicação do ponto de cultura com o público e financiadores, fornecendo suporte aos alunos para que eles possam elaborar seus projetos futuros.

O terceiro módulo aconteceu nos dias 14 e 15 de novembro com oficineira Izabel Gurgel, diretora do Teatro José de Alencar, apresentando sua experiência em gestão cultural, não apenas do aspecto administrativo financeiro, mas mostrando a formação cultural brasileira e suas diversidades e pluralidade étnico-culturais. IZABEL usou como base de seu trabalho na oficina, o livro “o povo brasileiro” de Darcy Ribeiro, e exibiu vídeos onde foram apresentadas as principais matrizes de nossa formação: a Tupy, a africana e a portuguesa e suas influências em nossas mais variadas manifestações culturais.

Para concluir a oficina, foi realizado nos dias 21 e 22 de novembro, o quarto módulo, com o tema: formação e elaboração de projetos, com o oficineiro Emídio Sanderson, administrador cultural que trabalha na Secretaria de Cultura de Fortaleza.

Nessa última etapa foi estudado como elaborar projetos culturais, gerenciar, conhecer a legislação Federal e Estadual e as políticas de editais.

Foram momentos de grande aprendizado para os alunos, além de despertar a todos para pensar a gestão cultural, não apenas como negócio, mas acima de tudo, como algo inserido na vida da comunidade e dos sujeitos históricos envolvidos e seus mais variados atores sociais e culturais, tão ricos em saberes, muitas vezes esquecidos ou não valorizados.

É importante destacar que o Ponto de cultura Patrimônio Vivo tem como financiadores os governos federal e estadual, através do MINC e da SECULT, é realizado pela ONG IPHANAQ, com o apoio do Liceu de Quixeramobim e do SEBRAE-CE.

Projeto Fábrica Viva conclui etapa de São Miguel

O Projeto Fábrica Viva, realizado pela ONG IPHANAQ e financiado pelo Fundo Brasil de Direitos Humanos, concluiu no último dia 19 de novembro sua primeira etapa de exibição de filmes voltados para os trabalhadores da fábrica de calçados ANIGER no distrito de São Miguel. Na primeira exibição dia 06 de novembro, aconteceu o lançamento do projeto, com a apresentação do filme: “O homem que virou suco” para um público de 160 pessoas no Salão Paroquial. A segunda exibição, dessa vez, com o filme: “Eles não usam Black Tie”, contou com 60 participantes. É importante ressaltar que após o filme é sempre realizado um debate com o público.

Nas exibições no distrito de São Miguel o Projeto Fábrica Viva teve o apoio do SESC-LER, Paróquia de São Miguel, EEM Andrade Furtado II e do Sistema Maior de Comunicação.

Durante o mês de dezembro as exibições de filmes do projeto acontecerão no Conjunto Esperança, em Quixeramobim.

Começam os roteiros históricos guiados pela cidade

Os alunos do Ponto de Cultura Patrimônio Vivo darão início no dia 20 de dezembro, a realização de roteiros históricos culturais guiados. O primeiro será conduzido pelo artesão e aluno Iran e acontecerá no cemitério local as 6:00h, tendo com tema: “Assim na vida como na morte”. Os alunos do Ponto de Cultura e a comunidade em geral estão convidados a participar. Será um importante momento, que possibilitará a todos conhecer melhor a nossa história e nosso patrimônio cultural, a partir de outros olhares, em busca da construção de sujeitos históricos mais conscientes de seu papel enquanto cidadãos. Participem!

Postado por: Neto Camorim - Coordenador geral e aluno do Ponto de cultura Patrimônio Vivo.

  imprimir
enviar para um amigo 
voltar
 

Nenhum Comentário

Deixe seu comentário



Outros:
 
 
 
 
Sistema Maior de Comunicação
Rua Monsenhor Salviano Pinto, 507 – Centro CEP 63800-000 Quixeramobim – CE
Fones: (88) 3441.0263 / 3441.1178 Fax: (88) 3441.1209 - E - mail: contatomaior@sistemamaior.com.br
Copyright © 2006-2017  - Todos os direitos reservados