Rádio Campo Maior AM
Canudos FM
SM Publicidade
Fundação Canudos
Quixeramobim
Fale Conosco
Você concorda com o aumento no número de vereadores em Quixeramobim nas eleições de 2020?




 
Quinta-feira, 19 de outubro de 2017.
Clique aqui para ouvir nosso Jingle
No ar: A Hora da Misericórdia
No ar: Hora da Misericórdia
 
 
20/10/2011
Ponto de Cultura realiza produção de vídeos da Oficina de Audiovisual III

Foi realizada nos dias 15 e 16 de outubro a terceira oficina de audiovisual do Ponto de Cultura Patrimônio Vivo ano II. Na oportunidade, os alunos colocaram em prática o aprendizado teórico já acumulado do decorrer das aulas anteriores, realizando juntamente com o documentarista, Ythallo Rodrigues, gravações de dois vídeos para a produção de documentários, como resultado concreto das oficinas de audiovisual.

No sábado, num primeiro momento, Ythallo explicou as noções básicas de como manusear a filmadora e fez teste nos equipamentos, para em seguida as equipes saírem às ruas para realizarem as filmagens seguindo o roteiro pré-elaborado. As gravações foram iniciadas pelos personagens que exercem algumas profissões que ainda resistem ao tempo apesar das mudanças na atualidade.

O primeiro a ser filmado foi o senhor José Patrício Sobrinho, 70, que há 24 anos exerce o ofício de sapateiro no pontilhão na Rua Teixeira de Freitas, centro. O segundo foi o verdureiro, Salviano Paulino de Morais, 86, agricultor aposentado, que antes morava na comunidade de Cachoeira do Luiz, zona rural do município, mas desde quanto veio residir na cidade, no Conjunto Esperança, trabalha na produção e comercialização de verduras, na sua bicicleta em porta em porta, ou nos seus canteiros no Horto Florestal.
O terceiro desta série a ser filmado, foi a senhor Luiz Felício Barros (Aloísio Barbeiro), 67, que exerce há 41 anos a profissão. 37 deles na antiga Barbearia São Luiz, na Rua Monsenhor Salviano Pinto, centro, que nos anos 70 recebeu a ilustre visita de Luiz Gonzaga, o rei do baião. Hoje a sua barbearia funciona na Rua Dr. Miguel Pinto, 375.

O quarto personagem foi o carroceiro, Francisco Valmir Felipe da Costa, 60, morador na Rua Miguel Felipe, Vila Betânia. Exerce a profissão há 11 anos, desde quando deixou de trabalhar nas fábricas dos Carneiros e nos Laticínios Betânia, devido problemas de saúde, buscou essa atividade para complementar a renda familiar. O quinto foi o senhor José Lima Rodrigues (o Zequinha), bodegueiro há mais de 30 anos no Bairro do Depósito.

No domingo, foram realizadas as filmagens da proposta da segunda equipe que gravou o vídeo: religiosidade e fé, a partir das experiências de quatro personagens que vivenciam doutrinas religiosas diferentes. 1- a senhora Maria Francisca do Carmo (Titiá), 88, e desde os 15 anos tem segunda ela, a missão de ser catequista da Igreja Católica. Começou sua atividade quando ainda morava na zona rural na região da Serrinha de Santa Maria, catequizando seus irmãos e o próprio pai. Continua ainda hoje sendo catequista no salão comunitário na Vila Betânia. 2- o senhor Manuel Marcílio Maciel, 75, parente de Antonio Conselheiro e profundo conhecedor auto de data de sua obra. Residente na Rua Benjamim Barroso e há 20 anos é membro da Igreja Evangélica Assembléia Deus é Amor. 3- Francisco Iran do Nascimento, 44, morador na Rua Ana Almeida Machado. É espírita há 08 anos. 4- José Maurício da Silva Mariano (o Zezinho), 49, residente na Vila Betânia as margens do açude da comissão. Há 36 anos trabalha com Umbanda e desde 1980 tem terreiro registrado na Federação Cearense de Umbanda, pois foi preso pela polícia quando não tinha licenciamento para exercer livremente sua doutrina religiosa.

A idéia dos alunos do ponto de cultura é que a partir desses registros sejam produzidos documentários que serão editados em novembro, onde tanto as profissões quanto as manifestações de religiosidade e fé possam ser socializados enquanto cultura e memória coletiva respeitando suas diversidades e pluralidades.

O Ponto de Cultura Patrimônio Vivo é uma realização da Ong. IPHANAQ com o patrocínio do Ministério da Cultura e da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará.

Apoio:
Sistema Maior de Comunicação, SEBRAE e Liceu de Quixeramobim

Mais informações:
(88) 9220-0056/ 9998-7434
www.patrimoniovivo.com.br
Postado por: Neto Camorim - Historiador e Coordenador Geral do Ponto de Cultura Patrimônio Vivo (netocamorim@hotmail.com)

  imprimir
enviar para um amigo 
voltar
 

Nenhum Comentário

Deixe seu comentário



Outros:
 
 
 
 
Sistema Maior de Comunicação
Rua Monsenhor Salviano Pinto, 507 – Centro CEP 63800-000 Quixeramobim – CE
Fones: (88) 3441.0263 / 3441.1178 Fax: (88) 3441.1209 - E - mail: contatomaior@sistemamaior.com.br
Copyright © 2006-2017  - Todos os direitos reservados