Rádio Campo Maior AM
Canudos FM
SM Publicidade
Fundação Canudos
Quixeramobim
Fale Conosco
Você concorda com o aumento no número de vereadores em Quixeramobim nas eleições de 2020?




 
Sexta-feira, 26 de maio de 2017.
Clique aqui para ouvir nosso Jingle
No ar: Conexão 106
No ar: Show Popular
 
 
 
11/04/2017
Ponto de Vista
Situação de cemitério, reforma da praça e calçamentos são principais queixas de moradores da Maravilha

Esta segunda-feira, 10, foi à vez do quadro “Você, prefeito por um dia”, do Ponto de Vista, da Canudos FM 106,7, ir ao Bairro da Maravilha, um dos mais antigos da cidade.

A Maravilha é um grande celeiro de artistas e oportunidades. Tem, desde sua fundação, importante ligação com a construção histórica do município. Cidade alta, apelidada pelos moradores, é um dos locais de maior ascensão do poderio econômico e social. Contudo, há problemas visíveis e inegáveis que precisam de um olhar especial das autoridades.

Ouvindo a participação popular, é preciso destacar o importante papel social que a Paróquia de São Francisco exerce para aquela comunidade. Com mais de 55 anos da construção da igreja, e mais de 13 da chegada da Paróquia, por meio da evangelização, o Bairro foi crescendo em torno de projetos criados em boa parte pela força da igreja.

Durante o quadro do Ponto de Vista, os moradores cobraram a reforma da Praça da Matriz de São Francisco, que vem sendo prometida há anos e até hoje nunca saiu do papel. Em entrevista ao programa, padre Francisco, vigário da Paróquia de São Francisco, revelou que a reforma da praça traria um pouco mais de lazer e conforto aos que procuram à Igreja. O carroceiro Francisco Lobo levantou outro ponto. Segundo ele, o Bairro necessita de um olhar mais específico também da classe empresarial. Para o carroceiro faltam na Maravilha comércios com maiores variedades, farmácias e outros empreendimentos que facilitassem a vida dos moradores e não os fizessem ir até outros Bairros para efetuarem compras simples.

Outra necessidade apresentada pelos moradores, principalmente na Baixa Fria, é a falta de calçamento em algumas ruas. Quando chove a situação fica ainda mais difícil. Além de transtornos por conta de esgotos, a difícil localização é um empecilho até para entrega de correspondências. Outro ponto levantado e bastante cobrado pelos moradores é a situação do cemitério do bairro. Conforme apurado, desde que o último coveiro se aposentou, nenhum outro foi disponibilizado pela Prefeitura para cuidar do local. O reclame é que não há fiscalização para a criação de túmulo, além do mato que cresce dentro e fora do cemitério. Vale ressaltar que a Maravilha é o único Bairro, fora o Centro, que possui um cemitério.

Duplicação da Ponte da Maravilha
Um sonho antigo dos moradores. As obras de duplicação da Ponte da Maravilha teve início em 2014, avaliada em R$ 11.062.466,49 milhões. A obra é fruto de uma parceria do Governo do Estado, através da Secretaria Estadual da Infraestrutura, Departamento Estadual de Rodovias (DER) com a Prefeitura Municipal de Quixeramobim. O prazo de entrega era de 180 dias, mas até hoje, 2017, a obra ainda não foi entregue.

Considerada uma das mais antigas reivindicações da população, a obra possibilitará, quando concluída, um melhor tráfego no local, tendo em vista que a Ponte é uma importante via de acesso para os dois dos mais populosos bairros do município: Maravilha e Jaime Lopes. Em resposta, o Departamento de Estradas e Rodovias (DER), gerência de Quixeramobim, revelou que a previsão é de que nos próximos dias o aterro de acesso da Ponte seja concluído pela construtora. Acerca das indenizações, o DER informou que é de responsabilidade da Prefeitura. Ainda segundo o DER, uma reunião será feita com os proprietários das casas próximo a Ponte, para resolver a situação.
Postado por: Jornalismo - Sistema Maior de Comunica��o

  imprimir
enviar para um amigo 
voltar
 
 
 
 
 
Sistema Maior de Comunicação
Rua Monsenhor Salviano Pinto, 507 – Centro CEP 63800-000 Quixeramobim – CE
Fones: (88) 3441.0263 / 3441.1178 Fax: (88) 3441.1209 - E - mail: contatomaior@sistemamaior.com.br
Copyright © 2006-2017  - Todos os direitos reservados